Curso: GRADUAÇÃO EM DESIGN
Modalidade: Bacharelado
Duração: 6 semestres (3 anos)

Situação Legal do Curso

-
Autorizado em 30 de janeiro de 2006
- Reconhecido em 01 de novembro de 2011
- Última Renovação de Reconhecimento - Portaria MEC nº 702, de 17/01/2014 DOU de 17/01/2014

Conceitos do Curso:

- CC: Avaliação in loco pelo MEC - nota 04
- ENADE - nota 03
- CPC - nota 03

Núcleo Docente Estruturante – NDE

Equipe de docentes do Curso com atribuições acadêmicas de acompanhamento atuante no processo de concepção, consolidação e contínua atualização do Projeto Pedagógico do Curso. São membros do NDE de Administração:

- Professor Manoel de Jesus Serrão – Especialista (Mestrando) – Coordenador do Curso e Presidente do NDE
- Professora Ana Cristina Gonçalves da Silva - Mestre
- Professora Kátia Paulino dos Santos - Mestre
- Professor Rogério Policarpo Candido – Especialista

1) O que é ser Designer?

É um profissional habilitado a efetuar atividades relacionadas ao design, utilizando conhecimentos técnicos para criar ou melhorar a funcionalidade e a aparência de determinado produto. O designer atua de forma criativa transformando idéias em oportunidade de negócio. No CEAP o curso forma designer gráfico e designer de produto, onde trabalha-se conceitos tecnológicos, psicológicos, econômicos, sócio-culturais, ergonomias e antropológicos para a criação de soluções práticas que atendam à necessidade humana apontadas pelo mercado.

2) Quais as características necessárias para ser um bom Designer?

- Ter habilidade para o desenho e trabalho em grupo;
- Atenção a detalhes, concentração, criatividade e perfeccionismo;
- Interesse pelas artes e pelo funcionamento das coisas;
- Senso estético e espírito inovador;
- Capacidade de resolver problemas práticos e ouvir críticas e sugestões;
- Sensibilidade, perspectiva e analítica;
- Controle emocional e capacidade de comunicação e relacionamento.
 
3) Mercado de trabalho

Está voltado principalmente para o setor privado (empresarial, industrial, comércio e serviços). Nos últimos anos ocorreu um aumento pela procura de serviços prestados por esses profissionais, pois houve uma melhor percepção da importância do trabalho do designer para a movimentação de competitividade através de projetos de criação e inovação de produtos. Eis abaixo algumas áreas de atuação:

- Promoção visual: criar marcas, logotipos, embalagens inovadoras, materiais e brindes promocionais. Trabalhar com animação, elaboração visual de livros, jornais e revistas. Sinalização aérea e de rua.
- Projeto de produtos: desenvolver produtos levando em conta os aspectos estéticos, funcionais, sociais e utilitários, tais como produtos e peças para portadores de necessidades especiais, roupas, calçados e acessórios em geral.
- Produtos de apoio: pesquisar e diagnosticar produtos aplicando testes físicos para projetar e redesenhar mobiliários, produtos náuticos, automotivos, sinalização e layout de produção.
- Administrativo: administrar departamentos de design em empresas e gerenciar produtos industriais.

4) Estrutura física

Perfeitamente adequada às necessidades dos alunos, com: salas climatizadas, biblioteca, laboratórios de informática, laboratório de computação gráfica, ateliê de desenho, modelos e maquetes, praça de alimentação, posto bancário, ampla área de conveniência e área livre para estacionamento. Além disso, o curso de Design do CEAP conta com alguns parceiros, tais como:

- Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE/AP: através do Curso de Design do Amapá, oferecendo atualizações por meio de workshops, capacitação, seminários, consultorias e estágios para os graduandos em design;
- Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI: disponibilizando laboratórios e maquinários.
- Serviço Social da Indústria – SESI: interação e disponibilização de espaço de produção e modelação de produtos através do projeto Casa do Design.
- Os acadêmicos do CEAP contam, também, com um posto bancário, ampla área de convivência e área livre para estacionamento, quadra poliesportiva, entre outros espaços para lazer, esporte e cultura.