PÁGINA INICIAL | DIREITO


Curso: GRADUAÇÃO EM DIREITO
Modalidade: Bacharelado
Duração: 10 semestres (5 anos)
 
Situação Legal do Curso

- Autorizado em 03 de janeiro de 1992
- Renovações de Reconhecimento:
2001, conforme Portaria MEC nº 2.670, de 07 de dezembro de 2001.
2006, de acordo com Portaria MEC nº 1.327 de 17 de julho de 2006.
2012, conforme Portaria MEC nº 150, de 17 de agosto de 2012
Última Renovação de Reconhecimento - Portaria MEC nº 702, de 17/01/2014 DOU de 17/01/2014

Conceitos do Curso:

- CC: Avaliação in loco pelo MEC - nota 04
- ENADE - nota 03
-CPC - nota 03

Núcleo Docente Estruturante – NDE

Equipe de docentes do Curso “com atribuições acadêmicas de acompanhamento atuante no processo de concepção, consolidação e contínua atualização do Projeto Pedagógico do Curso. São membros do NDE de Administração:

- Professora Camila Rodrigues Ilário – Coordenadora - Mestre - Coordenadora do Curso
- Professor Helder José Freitas de Lima Ferreira – Mestre – Coordenador do NPJ
- Professor Carmo Antônio de Souza - Doutor
- Professor Paulo Sérgio de Abreu Mendes - Mestre
- Professor Elias Salviano de Farias – Especialista
 
1) O que é ser um bacharel em Direito?

O bacharel em Direito exerce um papel fundamental na sociedade, pois conta com uma formação humanística e técnico jurídica para atender as demandas sociais, detectando dificuldades, buscando soluções e mecanismos de composição capazes de solucionar conflitos.

2) Quais as aptidões necessárias para ser um bacharel em direito?

- Senso crítico, boa memória e argumentação;
- Capacidade de reflexão, análise, negociação e convencimento;
- Gosto pela leitura e pesquisa, pelo debate e estudos;
- Habilidade para mediar conflitos e associar idéias;
- Autocontrole, autoconfiança, discrição e iniciativa;
- Capacidade de pensar e agir sob pressão;
- Espírito de investigação e interesse por temas da atualidade
;- Ser comunicativo e dominar o português formal são fundamentais

3) Mercado de trabalho

O aluno formado em Direito possui diversas oportunidades profissionais na esfera pública, privada ou ainda com o profissional autônomo e professor.

Vejamos a seguir algumas profissões exercidas por bacharéis em Direito:
 
- ADVOGADO: Representa cidadãos quando seus interesses estão em jogo, ou quando as leis não estão sendo cumpridas da forma como deveriam. É o advogado quem possui habilitação para postular junto aos órgãos do Poder Judiciário. O exercício da função é privativa aos inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
- PROCURADORES: São os advogados aprovados em concurso público, que defendem os interesses da União, Estados, Municípios e suas autarquias. O advogado do Município é denominado Procurador do Município. O advogado do Estado é denominado Procurador Estadual. No caso da União, são denominados Advogados da União.
- DEFENSOR PÚBLICO: São os advogados aprovados em concurso público e contratados pelos Estados para prestar assistência jurídica, judicial e extrajudicial, integral e gratuita, aos considerados pela lei como necessitados.
- JUIZ: São os integrantes do Poder Judiciário e exercem a função jurisdicional do Estado, julgando as controvérsias jurídicas que lhe são submetidas. Para poder exercer tal atividade, o bacharel necessita ser aprovado em concurso público.
- PROMOTOR DE JUSTIÇA: É, por excelência, representante da sociedade e fiscal da lei e exercendo a função nas comarcas, por intermédio de Promotores de Justiça e, nos Tribunais, por Procuradores. Para que se possa exercer essa atividade, o bacharel necessita ser aprovado em concurso público.
- DELEGADO DE POLÍCIA: O delegado de polícia cabe, basicamente, presidir inquéritos e investigações policiais, com o objetivo de descobrir fato tido como ilícito penal, em todas as suas circunstâncias, bem como seu autor, prestando, em sua atuação, relevante auxílio ao Poder Judiciário. Prepara inquéritos, chefia investigações etc.. Para poder exercer essa atividade, o bacharel necessita ser aprovado em concurso público.
- OUTRAS CARREIRAS: São também funções da carreira jurídica a de diplomata e de auxiliares da justiça: (escrivão e oficial de justiça, assessor parlamentar, professor, entre outras).
 
4) Estrutura física do Curso de Direito do CEAP

É adequada à satisfação e necessidades dos alunos do Curso, contendo: salas climatizadas, biblioteca, Centro de Convenções com amplo Auditório para palestras, Cursos, Seminários e espaços próprios para exposições e outros eventos do Curso; laboratórios de informática. O Curso se Direito do CEAP conta com um Núcleo de Práticas Jurídicas – NPJ, responsável pela supervisão de estágios, onde o acadêmico realiza trabalhos voluntários e sociais de atendimento a pessoas carentes através do Serviço de Atendimentos Jurídicos. Além disso, o CEAP conta com um posto bancário, ampla área de convivência e área livre para estacionamento, quadra poliesportiva, entre outros espaços para lazer, esporte e cultura.